Conheça São Joaquim, na Serra Catarinense

Escrito por Casa do Turista

"

Leia mais

Uma pequena cidade na serra catarinense, com verões frescos e precipitação de neve no inverno. Assim é São Joaquim, considerada uma das cidades mais frias do país. Até 1988, ocupava orgulhosamente o posto de cidade mais fria do Brasil, quando a vizinha Urupema emancipou-se e assumiu o posto.

São Joaquim, entretanto, já havia descoberto sua vocação para o turismo, que movimenta sua economia. Todo ano, um grande número de turistas ocupa seus hotéis e pousadas, principalmente no inverno, ávidos por ver neve.

Os hotéis contam com aquecimento e, além de fornecerem agasalhos apropriados, ainda emitem alertas de neve. E quando a neve cai, as brincadeiras começam, incluindo os lendários bonecos de neve.

Clima temperado

Mas nem só de turismo vive o município. Com uma economia bastante familiar, com mais de 1000 pequenos produtores de maçã, a cidade é recordista na produção da fruta em Santa Catarina.

O clima temperado favoreceu não só a cultura da maçã, mas também a produção do que passou a ser conhecido como vinhos de altitude – afinal, a mais de 1300 metros acima do nível do mar, o clima assemelha-se muito ao europeu. E muitos bons vinhos começaram a ter destaque na região de São Joaquim.

História de São Joaquim

Embora São Joaquim tenha suas origens como povoado por volta de 1750, quando foi estabelecida a ligação com Lages, na serra, e Laguna, no litoral, que a cidade começou a se desenvolver. Atribui-se a iniciativa ao paulista Manoel Joaquim Pinto, que é considerado o fundador da cidade.

A construção da Igreja Matriz, iniciada em 1918 e concluída em 1935, representa um marco na história de São Joaquim, além de estabelecer um importante ponto turístico da atualidade.

Pontos turísticos

São Joaquim conta com um grande número de pontos turísticos, devido tanto à sua localização privilegiada na serra catarinense e ao clima temperado quanto à profissionalização do turismo na região. Alguns dos lugares que valem a pena ser visitados por lá são:

  • Belvedere: escadaria com incrível vista panorâmica da cidade;
  • Cascata do Pirata: com mais de 15 metros de altura, a 12 km do centro da cidade;
  • Parque Nacional da Maçã: local onde é realizada a Festa Nacional da Maçã e onde ocorre a Exponeve, feira permanente de artesanato e produtos da terra;
  • Show Valley: com trilhas cercadas de mata serrana, cascatas e riqueza na flora e fauna, além de xaxins gigantes.

A maior atração turística de São Joaquim, entretanto, é a neve. Destacam-se os hotéis fazenda da região, embora o centro da cidade conte com ótimas opções de hospedagem.

Venha conhecer

Distante a cerca de 220 km de Florianópolis, a capital do estado, São Joaquim é uma excelente opção de local para se conhecer, no inverno ou mesmo no verão, quando funcionam normalmente suas vinícolas, com visitação e aulas-degustação. Para os meses de junho a setembro, entretanto, é imprescindível realizar reservas com boa antecedência, devido à grande procura por parte dos turistas que vão à cidade para conferir a neve de perto.

Já conhece São Joaquim? Deixe seus comentários a respeito da cidade nos comentários. Se ainda não conhece, aproveite e tire suas dúvidas!

ACESSAR CONTEÚDO SOBRE TOURS DE:
Bombinhas  |  Balneário Camboriú  |  Beto Carrero

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pin It on Pinterest

Quero consultar
1
Posso lhe ajudar?
Olá, seja bem-vindo, posso ajudar você?
Powered by